Notícias

28 de Abril: Lembre-se dos mortos, lute pelos vivos. Trabalho seguro - Direito de todo trabalhador

Filiado há pouco tempo, Sindicato divulga ação global da Internacional de Trabalhadores da Construção e da Madeira (ICM) para a semana do 28 de Abril - Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho

Domingo, 28 de abril de 2019 será o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, e sindicatos em todo o mundo estão organizando comícios e marchas de protesto para rejeitar as perigosas condições de trabalho na construção e na madeira.

As atividades serão realizadas de terça-feira, 23 de abril até domingo, 28.

Sabemos, agora mais do que nunca, sobre os perigos no local de trabalho e sobre as medidas e leis existentes, a fim de prevenir mortes, ferimentos e doenças ocupacionais. No entanto, mais de cem mil trabalhadores da construção civil continuam morrendo a cada ano em "acidentes" totalmente evitáveis no local de trabalho. Enquanto isso, dois milhões de toneladas de amianto crisólita são usados em canteiros de obras todos os anos - garantindo um legado mortal para trabalhadores da construção civil e para o público em geral. Trabalhadores em nossos setores sofrem exposição diária a produtos químicos perigosos e produtos químicos que causam câncer, como pesticidas e solventes orgânicos, ou poeira perigosa, como amianto ou sílica. Da mesma forma, milhões de trabalhadores operam em processos perigosos que os expõem ao diesel ou gases de solda.

A silvicultura continua sendo notoriamente perigosa. Apesar de algumas melhorias nos padrões na produção de papel, o impacto positivo é prejudicado pela dependência da indústria informal de trabalho e subcontratação para aumentar seus lucros.

A indústria de cimento ainda é altamente perigosa e representa centenas de mortes em acidentes de trabalho e milhares de doenças profissionais todos os anos. O uso intensivo de subcontratação é amplamente responsável pela falta de um gerenciamento coerente dos riscos, uma vez que quase todos os acidentes fatais ocorrem entre os trabalhadores subcontratados. O trabalho precário no setor está custando às pessoas suas vidas.

O impacto de más condições de trabalho afeta a saúde dos trabalhadores em todos os setores representados pela ICM, desde o cimento e a fabricação de tijolos até o processamento de madeira e o trabalho no local. Sindicatos, incluindo afiliados da ICM, estão prontos, dispostos e aptos a ajudar, mas o emprego informal, a subcontratação, a repressão aos sindicatos e práticas trabalhistas de exploração estão minando nossos esforços. É por isso que os afiliados da ICM estarão tomando as ruas em protesto durante a semana anterior a 28 de abril, o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho.

Aja no Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho!

O que você pode fazer para apoiar?:

1. Realize reuniões no local de trabalho para aumentar a conscientização sobre saúde e segurança.

2. Realize visitas e inspeções de saúde e segurança em projetos de construção.

3. Organize comícios e manifestações em massa diante de empresas que têm condições de trabalho inseguras e registros de segurança insatisfatórios.

4. Organize vigílias e celebrações em memória daqueles que perderam suas vidas ou ficaram feridos devido a acidentes de trabalho.

5. Realize lobby político pela proibição do amianto, o descarte de substâncias perigosas e a exposição a agentes cancerígenos no local de trabalho.

6. Divulgue suas atividades através de redes sociais com o #IWMD2019 @BWIGlobal

Fonte: ICM

Leia também:

 

Sindicato se filia à federação Internacional de Trabalhadores da Construção e Madeira - ICM

Para um mundo com exploração globalizada, ações sindicais precisam ser globais

 

Compartilhar com:

Enviar:

Imprimir: