Notícias

Aquisição pela Indorama não deve alterar negócios e postos de trabalho na Oxiteno

Em reunião com o Sindicato, representantes da Oxiteno afirmaram que valorização do trabalhador é uma das premissas da compradora

A diretora global de RH da Oxiteno, Simone Albuquerque, e o gerente de RH Mercosul, Carlos Leopoldo, reuniram-se na manhã desta quarta-feira com o presidente do Sindicato Raimundo Suzart e com o coordenador da Regional de Santo André, Joel Santana de Souza, para comunicarem oficialmente a venda da Oxiteno para a Indorama Venture, noticiada na segunda-feira, 16 de agosto.

Eles informaram que existe um compromisso de venda com o Grupo Ultra em não haver mudanças significativas nos negócios e nem nos postos de trabalho. Reforçaram, inclusive, que uma das premissas do grupo Indorama Venture é a valorização dos trabalhadores e trabalhadoras.

“Por tudo que foi exposto na reunião, entendemos que a parceria com o Sindicato continua igual e assim que chegarem os representantes da Indorama será marcada uma nova reunião com o Sindicato se ambos permanecerem no RH, o que se espera que aconteça”, relata o diretor Joel (foto).

A Indorama Venture começou na Índia como empresa familiar e atualmente está instalada na Tailândia. No Brasil o Grupo já tem empresas no Nordeste e em Minas Gerais e agora querem ampliar os negócios da Oxiteno para química fina, o que motivou a compra.

O Grupo Ultra vendeu para a Indorama somente a parte da Oxiteno, como parte de seu plano estratégico de concentrar investimentos nas verticais de energia e infraestrutura, com foco crescente na transição energética.

“O que nos deixou mais tranquilos foi que ambos se mostraram otimistas e disseram que os trabalhadores não estão preocupados com a nova situação, mas o Sindicato ficará alerta”, pontuou o presidente Raimundo Suzart (foto).

 

Compartilhar com:

Enviar:

Imprimir: