Notícias

Ex-presidente do Sindicato Paulo Lage apresenta projetos da Art do Saber ao TID-Brasil

Paulo Lage está à frente da Art do Saber desde sua criação, em 2007, construindo pontes entre empresas e trabalhadores químicos que se tornaram empreendedores

O presidente do Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento, o TID-Brasil, Rafael Marques da Silva Junior, recebeu na sede da entidade, na última terça-feira, 27, o companheiro Paulo Lage, ex-presidente do nosso Sindicato e presidente da Organização Art do Saber.

À frente desta instituição, criada em 2007, ele apresentou alguns projetos que estão sendo realizados com apoio da Art do Saber. Entre eles, o desenvolvimento do interruptor sem fio; descanso de pratos e copos, produzido a partir de reciclagem de plástico; kit stop dengue, com a utilização de espuma de poliuretano; sabonete a seco, enfim, produtos criativos.

Segundo o Paulo Lage, a organização “constrói pontes entre empresas que investem em sustentabilidade e ex-químicos empreendedores com ideias geniais para construirmos um mundo melhor”.

Além disso, a Art do Saber promove o desenvolvimento econômico e social e combate à pobreza.

Quem quiser conhecer mais sobre a Art do Saber é só acessar o site www.artedosaber.com.br

O que é TID-Brasil

A fundação do Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento, o TID-Brasil, é uma iniciativa do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT no Estado de São Paulo, a FEM-CUT e das cinco entidades nacionais de trabalhadores e trabalhadoras que integram o Macrossetor da Indústria da CUT, são elas: Confederação Nacional do Ramo Químico, CNQ-CUT; Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo do Vestuário, CNTRV-CUT; Confederação Nacional dos Metalúrgicos, a CNM-CUT; Confederação Nacional dos Trabalhadores em Alimentação, CONTAC-CUT, e Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e da Madeira, CONTICOM-CUT.

O Macrossetor indústria foi criado pela CUT em 2012, com o objetivo de articular os trabalhadores e trabalhadoras na indústria em suas lutas e pautas, a partir da compreensão de que essa unidade é capaz de trazer mais consistência às ações do conjunto das categorias profissionais do ramo, exercitando claramente a solidariedade de classe.

 

Compartilhar com:

Enviar:

Imprimir: