Notícias

Quarentena da SOLIDARIEDADE: químicos do ABC mostram sua força também na assistência e apoio às famílias carentes do Grande ABC

Diante de um governo irresponsável e sem propostas para garantir a vida e a renda da população brasileira frente à pandemia que atinge praticamente todos os países, entra em cena a mais importante das ações: a SOLIDARIEDADE.

O Sindicato dos Químicos do ABC tem marcado ao longo de sua história importantes ações sociais e nestes tempos tão sombrios não poderia ser diferente.

Desde meados de abril, a diretoria vem conversando com empresários do setor, comissões de fábricas e representações no local de trabalho buscando a arrecadação de cestas de alimentação, roupas, produtos de higiene pessoal e limpeza pra distribuição àquelas famílias que estão abandonadas à própria sorte, pois perderam as possibilidades de sustento com o agravamento da crise econômica e não conseguiram se cadastrar para receber o auxílio emergencial de R$ 600,00 ou tiveram o auxílio negado, ou ainda tal valor é insuficiente para dar conta das despesas de toda sua família.

Registramos nossos agradecimentos a empresas como a CGE, que contribuiu com 200 cestas básicas, totalizando mais de três toneladas de alimentos; aos trabalhadores e à empresa CBC, que promoveu uma campanha interna de doação e conseguiu arrecadar com seus funcionários oito toneladas de alimentos, volume que a CBC dobrou - como havia prometido. E à Acrilex, que também doou cestas básicas.

Nesta quinta-feira, 21 de maio, a Diretoria repassou essas doações para entidades sociais responsáveis por entregar as arrecadações às famílias cadastradas.

Esta é uma corrente do bem neste momento difícil para todos.

Acima dirigentes da Regional de Santo André do Sindicato entregam parte das cestas doadas pela Acrilex à Igreja Presbiteriana do Brasil/Jardim Itapuan, em Santo André, que serão destinadas para famílias cadastradas. A outra parte foi entregue na EMEF Claudio Manoel da Costa, no Parque São Rafael, São Paulo, para distribuição às famílias carentes de alunos da escola.

 

Dirigentes do Sindicato da Regional São Bernardo do Campo entregaram cestas e doações para o Projeto Meninos e Meninas de Rua; para a Associação de Moradores da Vila Lulaldo e para o Conselho Popular da Vila São Pedro, todos em São Bernardo.

 

A Regional Diadema do Sindicato entregou cestas para Dra. Daniela, do projeto "Pensar bem e Viver bem"; para Jessica do Instituto Social São Francisco e para o presidente da Associação Arco-íris, Marcelo José dos Santos. No total, 105 cestas para distribuição a famílias carentes.

Depoimentos

Ivo Alves de Macedo , presidente da Associação de Moradores da Vila Lulaldo

 

Damião  Conrado Pereira, membro do conselho Popular da Vila São Pedro

 

 

Néia Bueno, do Projeto Meninos e Meninas de Rua

 

Compartilhar com:

Enviar:

Imprimir: